Técnicas

Técnicas

Tecnicamente, o Aikido é baseado nos fundamentos da linha Daito Ryu Aiki Jujutsu conhecida pelo mestre Ueshiba, e contam com a integração do movimento e a harmonização. Movimentos circulares que desequilibram, imobilizam e conduzem, sem se contraporem ao atacante.

Como no Jujutsu, necessita de movimentos rápidos e bem calculados, e diferente do Jujutsu, rejeita um confronto baseado no ataque. Socos e chutes ofensivos são raros, e o aikidoista nunca será o primeiro a atacar. Ao contrário de aplicar força contra seus oponentes, o aikidoista movimentar-se-á no instante do ataque com movimentos circulares. Quando em confronto com dois ou mais oponentes, o aikidoista esquivar-se-á, deixando assim, as forças dos oponentes serem usadas umas contra as outras.

De acordo com os princípios deixados pelo fundador, o Aikido não contém nem competições, nem combates. Além disso, a interação entre os praticantes, e a busca da sofisticação técnica e do conhecimento dos princípios, favorece ao praticante um profundo auto conhecimento e aprimoramento interno.

Em Aikido, os movimentos são guiados pelos pés, os quais direcionam o quadril, o tronco e os braços sucessivamente. Também, busca-se utilizar o KI, e não a força física. A mente guia e o corpo segue, ambos em total harmonia. Assim, a integração física, mental e espiritual é buscada através da prática, das técnicas, da conduta e dos princípios filosóficos que a arte propõe.

O Aikido pode ser praticado por pessoas de ambos os sexos, sem restrições de idade, na posição em pé ou sentada (seiza), com ou sem armas (bastão ou espada), contra um ou mais praticantes.

Segundo o mestre Ueshiba o Aikido não é uma técnica para lutar contra o inimigo ou derrotá-lo. É uma maneira de conciliar as diferenças que existem no mundo e fazer dos seres humanos uma grande família.